Prova Ontológica da Não-Existência de Deus

Prova Ontológica da Não-Existência de Deus

Autor: Douglas Gaskin
Fonte: DAWKINS, Richard. Deus, um delírio. Tradução de Fernanda Ravagnani. — São Paulo: Companhia das Letras, 2007. (pp. 119-220)

1. A Criação do mundo é a realização mais maravilhosa que se pode imaginar.

2. O mérito de uma realização é o produto de a) sua qualidade intrínseca e b) da capacidade de seu criador.

3. Quanto maior a incapacidade (ou desvantagem) do criador, mais impressionante é a realizalção.

4. A desvantagem mais formidável para um criador seria a inexistência.

5. Portanto, se supusermos que o universo é o produto de um criador existente, podemos conceber um ser maior – quer dizer, aquele que criou todas as coisas sendo inexistente.

6. Um Deus exitente, portanto, não seria um ser maior que o qual não se pode conceber outro ser, porque um criador ainda mais formidável e incrível seria um Deus que não existe.

Portanto:

7. Deus não existe.

Richard Dawkins fala sobre moralidade

O Ego de Deus

No princípio…


(Clique na imagem para ampliar)


(Clique na imagem para ampliar)


(Clique na imagem para ampliar)

Deus é uma Buceta Gigante

16 razões para Deus não ser contratado numa universidade

16 razões para Deus não ser contratado numa universidade

 

Fonte: Sociedade da Terra Redonda

 

1. Ele só tinha uma publicação importante.

2. E ela estava em hebraico.

3. E não tinha referências.

4. E não foi publicada em nenhuma revista reconhecida.

5. E alguns até duvidam que Ele Mesmo a tenha escrito.

6. Pode ser verdade que Ele criou o mundo, mas o que Ele fez de lá pra cá?

7. Sua capacidade de cooperação é bastante limitada.

8. A comunidade científica tem tido enorme dificuldade para reproduzir Seus resultados.

Continue lendo

Porque os teístas não acreditam no que os ateus falam sobre o ateísmo?

Porque os teístas não acreditam no que os ateus falam sobre o ateísmo?

 

Autor: Austin Cline
Tradutor: Åsa Heuser
Fonte: Uma atéia de bom humor
Texto original: Question: Why Don’t Theists Believe What Atheists Tell Them About Atheism?

 

Pergunta: Quando ateus explicam porque se tornaram ateus, o que ateísmo é, e o que não é, os teístas (e especialmente cristãos) muitas vezes se recusam a aceitar o que ouvem. Isso acontece até mesmo quando um ateu apenas responde a uma pergunta específica que lhe foi feita. Porque teístas se comportam dessa maneira? O que posso fazer a respeito?

Resposta: A maioria dos ateus que tiveram discussãoes com teistas, especialmente cristãos, sobre religião, teísmo, e ateísmo, já passaram isso. O ateu explica alguma coisa sobre o seu próprio ateismo (como porque se tornaram ateus) ou sobre ateismo em geral (como o quê é ateísmo) e o teista se recusa a acreditar nele. Mesmo que o teísta tenha feito uma pergunta direta e está recebendo uma resposta direta, eles agem como se já soubessem a resposta e descartam o que o ateu diz.

Continue lendo

  • Calendário

    agosto 2017
    D S T Q Q S S
    « nov    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  • Livros relacionados com o tema

    Bertrand Russell - “Porque não sou cristão”
    Christopher Hitchens - “Deus não é grande”
    Daniel Dennett - “Quebrando o encanto”
    Júlio José Chiavenato - “Religião: da origem à ideologia”
    Michel Onfray - “Tratado de ateologia: física da metafísica”
    Richard Dawkins - “Deus, um delírio”
    Sam Harris - “Carta a uma nação cristã”

  • Albert Einstein

    “Não posso imaginar um Deus a recompensar e a castigar o objeto de sua criação. Não posso fazer idéia de um ser que sobreviva à morte de seu corpo. Se semelhantes idéias germinam em um espírito, para mim ele é um fraco, medroso e estupidamente egoísta.”
  • Dan Baker

    “Sou ateu porque não há evidência para a existência de Deus. Isso deve ser tudo que se precisa dizer sobre isso: sem evidência, sem crença.”
  • Joan Robinson

    “Poucas pessoas se dão ao trabalho de estudar a origem de suas próprias convicções. Gostamos de continuar a crer no que nos acostumamos a aceitar como verdade. Por isso, a maior parte de nosso raciocínio consiste em descobrir argumentos, para continuarmos a crer no que cremos.”
  • Isaac Asimov

    “Se o conhecimento pode criar problemas, não é através da ignorância que podemos solucioná-los.”
  • Bertrand Russell

    “O fato de uma crença exercer bom efeito moral sobre um homem não constitui prova alguma a favor de sua verdade.”
  • Ashley Montagu

    “A ciência tem provas sem certeza. Os teólogos têm certeza sem qualquer prova.”
  • Ludwig Feuerbach

    “Sempre que a moralidade baseia-se na teologia, sempre que o correto torna-se dependente da autoridade divina, as coisas mais imorais, injustas e infames podem ser justificadas e estabelecidas.”
  • Karl Marx

    “A religião é o suspiro da criatura aflita, o estado de ânimo de um mundo sem coração, porque é o espírito da situação sem espírito. A religião é o ópio do povo.”
  • Friedrich Nietzsche

    “O homem procura um princípio em nome do qual possa desprezar o homem. Inventa outro mundo para poder caluniar e sujar este; de facto só capta o nada e faz desse nada um Deus, uma verdade, chamados a julgar e condenar esta existência.”